09/01/2011

Viagem do Elefante - 4º Dia: Macau-Mossoró

Ainda na noite de ontem, após ponderarmos sobre as diversas opiniões apresentadas decidimos que faríamos o trajeto segindo por Pendências, pois se chovesse a travessia por dentro da salina ficaria inviabilizada, exigindo assim que voltássemos a Macau. Foi a melhor escolha. O trecho de asfalto por Pendências apesar de ser mais extenso, é muito bonito. Ademais o movimento de veículos é pequeno.
Ainda na noite anterior juntou-se ao grupo a colega Shirley, de forma que ficamos com a seguinte composição: André, Artur, Benilton, Fabiano, Helena, Jadson, Milton, Neide, Raimundo e Sérgio,
Acordamos às 05h00min e depois de tentarmos em vão tomar café no mercado público, comemos algumas frutas e partimos. Tivemos a grata companhia dos ciclistas de Macau integrantes do Grupo Rodas do Asfalto (Gringo, Jean, Edinho e Freitas). Os caras seguiram conosco até Pendências e ali nos encontramos com Alex Polary e Gilvan, ciclistas de Mossoró que iriam nos acompanhar no percurso.
Antes de deixar Pendências foi oportunizado um café da manha para quem não tinha tomado.
Na saída da cidade foi o momento de despedida dos ciclistas de Macau
Assim que recomeçamos a pedalada o colega Fabiano encontrou um menino em um cavalo e de imediato entregou a sua bike a ele e passou a cavalgar. Foi hilário.
O trecho antes de Porto do Mangue é muito bom de pedalar na parte da manhã, pois na parte da tarde o vento atrapalha muito, segundo informaram os colegas de Macau e Mossoró. Tivemos sorte e o vento foi quase todo tempo nas costas.
Quando nos aproximamos da sede da cidade de longe avistamos uma salina, enorme montanha de sal que torna a paisagem mais bonita.
Após tem início o processo de visualização das Dunas do Rosado, exuberantes e majestoas, As cores das dunas são sublimes e pedalar admirando-as é uma sensação maravilhosa. Em alguns trecho do asfalto as dunas invadem, mostrando que a natureza reclama seu espaço.
Após o Rosado surges exuberantes as primeiras imagens da Ponta do Mel. Uma verdadeira visão do óasis. Chama a atenção a constante presença de jumentos, as palmeiras e os cânions. Esse trecho faz valer cada gota de suor derramada no esforço da pedalada.
Logo a seguir surge o mar exuberante e a partir de então pedalamos olhando para ele e sentindo a sua brisa.
De longe avistamos as três cruzes  utilizadas como cenário em um filme sobre a vida de Jesus e basta olhar para os lados para constatar por qual motivo o local foi escolhido para as locações.
No caminho pessoas saem de suas casas para nos incentivar e acenar como se estivessem nos estimulando. De carro quase todos que passam ou buzinam ou acendem os fárois, mandando para nós seus votos de boa viagem. Em determinado momento um homem para o seu carro e munido de uma máquina fotográfica aborda o Professor Raimundo e diz vibrando: vi vocês na televisão. Posso tirar uma foto com o grupo. São essa manifestações que fortalecem o nosso desejo de continuar.
Na Ponta do Mel tem início um trecho de subida, mas o grupo soube vencer com categoria.
Paramos para abastecer e aqui foi o momento de diminuir o grupo, pois Shirley, Milton e Helena ficaram em uma pousada do lugar.
Mais adiante, desta feita na Praia da Redonda, foi a vez do pessoal de Mossoró ficar.
Seguimos então no rumo de Areia Branca e como só faltavam 40 Km para Mossoró resolvemos seguir viagem. Paramos no Campo do Amaro e todos os restaurantes estavam fechados, mas o proprietário de um deles abriu as portas para nós, servindo comida boa e barata. Faltavam 25 Km para Mossoró.
Depois do almoço e de um momento de descanso constatamos que o pneu traseiro da minha bike furou. Consertamos e seguimos o nosso rumo. Registre-se que o grupo pedalou muito nesse trecho, com uma média muito boa. Chegamos em Mossoró antes das 15h00min.
Aqui fomos recepcionados por Vagno Jesus, Presidente da ACIRN local, que nos deu total apoio.
Neide e Fabiano voltaram para Natal com Miltinho e agora a composição do grupo é aquela que pretende cumprir todo o trajeto: seis.
Hoje a noite fomos em busca de carboidratos e Vagno Jesus nos indicou um rodízio de pissa. Show de bola.
Agora estamos na pousada descansando e resolvemos sair às 07h30min para Apodi.
Hoje vou ficar devendo fotos, mas amanhã eu compenso.